PUBLICIDADE:

Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília



JNB - Como o senhor avalia a importância, o crescimento e o potencial socioeconômico da Saída Norte do DF? Podemos considerá-la como o novo polo de desenvolvimento do Distrito Federal?

RR - Sem dúvida. A região norte hoje é uma área de expansão no DF. Com todas essas obras, o Trevo de Triagem norte e a triplicação das vias que ligam o Torto e o Grande Colorado, a mobilidade vai melhorar muito. Nós temos um projeto aprovado de duplicação da BR-020 e para a construção do BRT, que está aguardando liberação de recursos por parte do Ministério das Cidades. Mas, sem dúvida, com a conclusão da obra do trevo, nós vamos ter um novo momento para Planaltina, Sobradinho e condomínios.

Em se tratando de polo de desenvolvimento, e a partir de sua experiência e vocação em Ciência, Tecnologia e Inovação, podemos considerar que o BioTIC será um empreendimento do porte dos grandes parques brasileiros como Porto Digital (PE) e Tecnopuc (RS)?

Eu diria que com o tempo, teremos um parque muito maior do que esses, pela vocação e pelas características de Brasília. Nós temos aqui a maior concentração de doutores por habitante do Brasil. Possuímos instituições como a Embrapa e a Universidade de Brasília e vamos inaugurar o BioTIC agora no final de maio. Vamos ter ali um núcleo de inovação tecnológica da Embrapa. Teremos também o Laboratório de Inovação do SEBRAE e vamos ter empresas e instituições de base tecnológica. Isso vai garantir a consolidação do Parque, um novo modelo de desenvolvimento para Brasília, com empregos qualificados, bem remunerados e que vão beneficiar muito a região norte.

As Regiões Administrativas e condomínios da Saída Norte têm no Plano Piloto sua principal fonte de trabalho, estudo e entretenimento. Diante dessa situação, o que o governo tem feito para tornar a região mais autônoma econômica, social e culturalmente?

Primeiro o BioTIC vai transformar a realidade da região norte com bons empregos e com facilitação da mobilidade urbana em decorrência das obras que estão sendo concluídas. A partir daí, nós teremos que construir outras áreas de desenvolvimento econômico qualificadas nesse território. Para a própria expansão dos núcleos habitacionais daquela região, nós temos recomendado que todos os novos projetos habitacionais venham articulados com atividades intensivas em conhecimento e tecnologia, pois entendemos que esta é uma grande vocação da região.

A BR-020 é a principal ligação entre Brasília e as RA`s da Saída Norte do DF. Quando sua duplicação deverá ser concluída e que benefícios ela trará à região?

A BR-020 já tem projeto aprovado no Ministério das Cidades, com previsão orçamentária dependendo somente da liberação do órgão. Não é uma obra pequena, pois se estima um orçamento de algo em torno de 700 milhões de reais. Será uma obra para o próximo governo.

O Trevo de Triagem Norte é composto por 16 obras, entre pontes e viadutos. Quais são os objetivos, status atual do projeto e sua previsão de entrega?

O Trevo de Triagem Norte e a triplicação das vias da Ligação Torto-Colorado (LTC) são um conjunto de 28 pontes e viadutos que fazem parte da maior obra viária da história de Brasília. Nunca a Saída Norte tinha recebido uma obra desse porte, desde a sua inauguração por Juscelino Kubitschek. Isso vai trazer um benefício enorme à população. Nós queremos inaugurar em etapas: ainda em junho, pretendemos inaugurar toda a parte da Asa Norte e algumas outras ligações para que tudo esteja funcionando até o final de 2018.

O BRT Saída Sul iniciou suas operações há mais de quatro anos, enquanto lado norte não tem acesso ao serviço. Em sua opinião, houve priorização de um projeto frente ao outro?

Eu diria que houve falta de recursos. Ao assumirmos o governo, conseguimos liberar os recursos para o Trevo de Triagem Norte e para a triplicação da LTC, com um empréstimo do BNDES de 14 milhões de reais. Fizemos várias gestões junto ao Ministério das Cidades com o intuito de liberar recursos para o BRT Norte. Infelizmente, esse recurso não foi liberado.

O conjunto de projetos pró-regularização fundiária do GDF prevê resultados recordes até o fim deste ano. Os condomínios da Saída Norte também fazem parte dessa perspectiva de resultado?

Nós estamos fazendo o maior programa de regularização fundiária da história de Brasília e o maior em curso no Brasil. Nós já entregamos mais de 50 mil escrituras, já estamos avançados no processo de venda direta de mais de dez condomínios e agora vamos avançar nos condomínios da região norte. Portanto, eles serão beneficiados por essa decisão de promover uma grande regularização no Distrito Federal.

Que projetos ainda serão executados durante o seu mandato para a população de Sobradinho e região?

Em Sobradinho, estamos fazendo um terminal rodoviário novo, vamos entregar nos próximos dias toda a recuperação do Buritizinho. Também já fizemos toda a recuperação do campo Agostinho Lima, além da construção de um campo de grama sintética em Sobradinho II. Estamos fazendo a reforma da feira de Sobradinho I e pretendemos iniciar, ou pelo menos licitar, a reforma da feira de Sobradinho II. Fizemos a passarela ligando ao condomínio Nova Colina, e agora nós queremos avançar bem nessa obra viária da região.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

20200603_anuncio_GDF.png
Caminito_300x300.jpg

Receba nossa newsletter

Jornal Nosso Bairro é um jornal da Editora Nosso Bairro

Siga o JNB:

  • Instagram JNB
  • Facebook JNB
  • Youtube JNB

Endereço

SCS, Quadra 7, Bloco A, 100

Edifício Torre Pátio Brasil

12º andar - Sala 1221

CEP 70307-902

Email:

Telefone: