PUBLICIDADE:

Produtores de Brazlândia participam de curso sobre manejo de agrotóxicos

Capacitação orienta sobre saúde do trabalhador, uso de EPI, manejo adequado e tecnologias de aplicação



Com o objetivo de orientar produtores e trabalhadores rurais sobre tecnologias, eficiência e o correto uso e aplicação de de defensivos agrícolas, a Emater-DF realiza, neste mês de agosto, o curso de Manejo de Agrotóxicos nos escritórios locais de Brazlândia e Alexandre de Gusmão.


A capacitação traz orientações sobre saúde do trabalhador, uso de EPI, manejo adequado dos produtos e tecnologias de aplicação.


De acordo com o instrutor do curso Antônio Dantas, agrônomo e extensionista rural da Emater-DF, o curso orienta sobre o manejo adequado das substâncias e aborda conteúdo exigido pela norma regulamentadora nº 31 do Ministério do Trabalho.


“O curso tem o objetivo de incentivar o uso de tecnologias de aplicação de agrotóxicos para aumentar a eficiência e reduzir a quantidade de uso dos produtos”, afirma Dantas.

Serão cinco módulos, que compreendem desde conceitos, saúde do trabalhador, saúde do consumidor, incluindo a questão ambiental e as tecnologias de aplicação de agrotóxicos.


“O módulo de tecnologias de aplicação é um módulo que eles gostam muito, porque percebem que as pulverizações não estão sendo eficientes pelo fato deles não utilizarem a técnica correta”, explica Dantas. O curso também aborda questões sobre produção orgânica.


Além de orientar sobre a aplicação prática dos produtos químicos, o curso também traz alternativas ao uso do agrotóxico como, por exemplo, o que é o controle biológico de pragas. O instrutor também alerta que o uso inadequado do agrotóxico não elimina as pragas e pode, em alguns casos, piorar a infestação.


“A gente busca o aumento da eficácia no controle de pragas, com o uso da tecnologia adequada de aplicação, seguindo as orientações da Norma Regulamentadora 31”, explica o agrônomo.


O trabalhador rural Vaninho Barbosa, que está fazendo o curso pela primeira vez, disse que já percebeu que tem muitas coisas a melhorar na sua prática do dia-a-dia. “Eu só usava a máscara na hora de aplicar os agrotóxicos, agora vou usar todo o EPI”, disse ele. Vaninho trabalha no plantio de goiaba, pimentão, brócolis e ervilha na área rural de Brazlândia e afirmou estar aprendendo agora a manejar agrotóxicos.


Já Rodrigo Aires Marinho, que trabalha no Viveiro Brasplant, está refazendo o curso. Como ele trabalha diretamente na aplicação de agrotóxicos, considera muito importante estar sempre atualizado com as informações.


“É importante a gente aprender a se proteger dos produtos na hora da aplicação e também garantir a qualidade do nosso produto”, disse o trabalhador. O curso, que começou neste mês de agosto, será finalizado em setembro.


* Com informações da Emater-DF


PUBLICIDADE:

anuncio_la_salle_vertical_retangle.jpg
Banner Solino.png
Gif-01.gif
quadrado_quasar.png

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE: