PUBLICIDADE:

Prévia da inflação para Brasília é a maior da série histórica iniciada em fevereiro de 2020


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), a prévia da inflação oficial, registrou para Brasília inflação de 1,58% em abril, alcançando a segunda menor taxa entre as onze regiões pesquisadas. Por outro lado, essa foi a maior inflação da série histórica atual iniciada em fevereiro de 2020 e a maior para o mês de abril desde maio de 2000.

Já a previsão de inflação em nível nacional ficou em 1,73%. No acumulado em 12 meses, o IPCA-15 de Brasília registrou alta de 9,98%. Os dados foram divulgados hoje (27/4) pelo IBGE.

Sete dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados em Brasília apresentaram altas em abril. O maior impacto positivo (0,95 ponto percentual) e a maior variação mensal (3,87%) vieram do grupo transportes, com destaque para o aumento da gasolina (9,17%). Já a maior contribuição negativa (-0,03 ponto percentual) no índice do mês veio do grupo saúde e cuidados pessoais (-0,24%).

O segundo maior impacto positivo (0,35 ponto percentual) e a segunda maior variação mensal (2,11%) vieram do grupo alimentação e bebidas. Resultado influenciado principalmente pela alta dos alimentos para consumo no domicílio (2,96%). Entre os tubérculos, raízes e legumes (9,21%), as maiores altas ficaram com a cenoura (15,75%) e a batata inglesa (3,25%). Entre as frutas (3,21%), destaque para altas nos preços de melão (28,84%), mamão (14,10%) e maçã (7,37%). Na variação acumulada no ano e nos últimos 12 meses, o grande destaque foi a cenoura, que registrou aumento de 210,85% e de 165,31%, respectivamente.

Mais sobre a pesquisa


O IPCA-15 difere do IPCA, a inflação oficial do país, somente no período de coleta e na abrangência geográfica. Para o cálculo do índice de abril, os preços foram coletados entre 17 de março e 13 de abril de 2022 (referência) e comparados com aqueles vigentes de 12 de fevereiro a 16 de março de 2022 (base).


O IPCA-15 refere-se a famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, residentes nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, além do Distrito Federal e do município de Goiânia. Veja os resultados completos no Sidra.


PUBLICIDADE:

anuncio_la_salle_vertical_retangle.jpg
Banner Solino.png
Gif-01.gif
quadrado_quasar.png

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE: