PUBLICIDADE:

Novo aplicativo de transporte recruta mil motoristas no Distrito Federal


DESU é o nome do novo aplicativo de transportes que irá desembarcar em Brasília em breve. A iniciativa, que vêm para concorrer com os gigantes do ramo, como Uber e 99pop, promete oferece aos seus motoristas a melhor taxa de repasse. Para os usuários, a viagens com os melhores preços.

O projeto nasceu em Brasília e foi idealizado pelos empresários brasilienses Bruno Camargo e Thiago Rocha. “A nossa proposta é trazer mais segurança para o passageiro e motorista e um ganho maior para os colaboradores”, comenta Thiago Rocha.

O app estará disponível para dispositivos Android já no mês de abril, no entanto, ainda não há previsão para a disponibilidade em aparelhos de sistema IOS (Iphones). De acordo com a plataforma, o DESU traz um fator que o distingue das demais soluções de transporte: o motorista tem a possibilidade de receber de 83% a 100% dos valores das corridas e alcançar a taxa zero de repasse para a DESU. Para conquistar esse benefício, a empresa irá verificar o histórico de quilômetros acumulados durante o mês.

O Aplicativo anunciou a contração de mil motoristas para o início das atividades em Brasília. As inscrições podem ser realizadas pelo Site com o preenchimento dos dados como nome, e-mail, CPF, telefone, gênero. Em relação ao automóvel, serão aceitos apenas aqueles com data de fabricação a partir de 2010/11, com ar-condicionado e quatro portas. A política de tolerância da empresa permite veículos com até 8 anos de uso a partir do ano de fabricação.

Os candidatos precisam ter carteira de motorista definitiva e se encontraram aptos para condução seguindo os parâmetros da Lei nº 5.691/2016, que trata da prestação de Serviço de Transporte Individual Privado de Passageiros Baseado em Tecnologia de Comunicação em Rede no Distrito Federal.

Outro diferencial da iniciativa é a opção de atendimento exclusivo para o público feminino e o protagonismo das mulheres no segmento. Ou seja, uma passageira que busca uma corrida pode optar por ser atendida somente por outra mulher. “Há uma clara desigualdade entre homens e mulheres motoristas. As barreiras para elas são maiores, elas não trabalham à noite pela insegurança e muitas rodam menos tempo, tendo em vista a dupla jornada que assumem”, destaca o fundador Bruno Camargo.

Para mais informações acesse https://desu.mobi

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Caminito_300x300.jpg

Receba nossa newsletter

Jornal Nosso Bairro é um jornal da Editora Nosso Bairro

Siga o JNB:

  • Instagram JNB
  • Facebook JNB
  • Youtube JNB

Endereço

SCS, Quadra 7, Bloco A, 100

Edifício Torre Pátio Brasil

12º andar - Sala 1221

CEP 70307-902

Email:

Telefone: