PUBLICIDADE:

Mais de 100 mil pessoas no Fórum Mundial da Água


Discutindo o futuro dos recursos hídricos para o desenvolvimento da humanidade, o 8° Fórum Mundial da Água reuniu em Brasília no mês de março, pesquisadores, autoridades e participantes de mais de 140 países de todo o planeta. Entre os assuntos principais do Fórum estavam a escassez de água e as crises hídricas cada vez mais comuns hoje em todos os continentes.


Durante os sete dias do evento, mais de 100 mil pessoas foram registradas no Fórum. Em entrevista coletiva, o diretor-executivo do 8° Fórum, Ricardo Andrade, diz ter sido surpreendido com o número de pessoas registradas na edição atual. “É um número muito acima do que havíamos esperado. Imaginávamos ter ao final da semana, oito mil participantes e 32 mil visitantes”, comemora.


O presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, afirmou que o crescimento do Fórum demonstra a importância dada pela sociedade ao tema. “Nós começamos em 1997 em Marrakesh, no Marrocos, com 400 participantes. Chegamos na Coréia do Sul em 2015 com 40 mil participantes, achando esse número muito satisfatório. Agora, estamos aqui com mais de 100 mil pessoas. Isso mostra que o tema da água está se tornando um assunto importante”, avalia.


O presidente do Conselho também chamou a atenção para o número de autoridades participantes. Ao todo, estiveram presentes mais de 350 líderes, entre Chefes de Estado, ministros e autoridades locais de vários países. “A classe política tem se atendado para discutir experiências nesse sentido, principalmente em assuntos como segurança hídrica, efeitos climáticos e o compartilhamento de metodologias de acesso à água”, afirma.


Do total de participantes, mais de 80 mil pessoas se registraram para a Vila Cidadã, espaço gratuito preparado principalmente para conscientização de crianças e adolescentes sobre a importância do uso racional da água. Além da Vila, o Fórum também contou com a presença de aproximadamente 11 mil participantes, sendo 3.500 pessoas vindas de outros países. Para receber esse grande número de pessoas, o Fórum montou uma estrutura de mais de 90 mil m², dividida entre o Centro de Convenções Ulysses Guimarães e o estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha.


Presente na coletiva, o governador Rodrigo Rollemberg agradeceu aos mais de 600 voluntários que participaram do evento, responsáveis pelo atendimento e auxílio dos participantes estrangeiros. Rollemberg salientou que após o Fórum, Brasília não será a mesma. “A água passou a ser tema central para Brasília. Tenho certeza que daqui para frente, o tema da água será debatido em todos os projetos e empreendimentos que forem realizados na capital”, afirma o governador.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

20200603_anuncio_GDF.png
Caminito_300x300.jpg

Receba nossa newsletter

Jornal Nosso Bairro é um jornal da Editora Nosso Bairro

Siga o JNB:

  • Instagram JNB
  • Facebook JNB
  • Youtube JNB

Endereço

SCS, Quadra 7, Bloco A, 100

Edifício Torre Pátio Brasil

12º andar - Sala 1221

CEP 70307-902

Email:

Telefone: