PUBLICIDADE:

Governo decreta fechamento de bares, restaurantes, comércios, cultos e missas no DF


Em decreto publicado na noite desta quinta-feira, o governador Ibaneis Rocha, determinou o fechamento dos estabelecimentos comerciais em todo o DF. Um outro Decreto também traz resoluções acerca dos novos presos durante o período de quarentena, separando da população carcerária atual.


O Decreto 40.539 do Governo do Distrito Federal anunciou a suspensão do atendimento ao público em todas as agências bancárias e cooperativas de crédito no Distrito Federal. A proibição se aplica aos bancos públicos e privados.


Cultos e missas de qualquer religião também estão suspensas, podendo a Polícia Militar atuar no fechamento de igrejas que descumprirem a ordem do Executivo. Além dos templos, todos os estabelecimento comerciais deverão permanecer fechados até o dia 05 de abril, com a exceção de "clínicas médicas, laboratórios, farmácias, supermercados, lojas de materiais de construção e produtos para casa atacadistas e varejistas, padarias (exclusivamente para venda de produtos), açougues, peixarias, postos de combustíveis, e operações de delivery", relata o texto do decreto.

Novos detentos ficarão isolados no Gama


Um outro Decreto publicado pelo governador (40.538), também alterou procedimentos em presídios da capital. Os indivíduos que forem detidos a partir desta quinta ficarão isolados em um prédio desativado na Unidade de Internação Feminina do Gama, a Colmeia. Detentas e detentos com mais de 70 anos presos a partir desta quinta também devem ser mantidos separados dos demais. O transporte de presos para audiências será mantido, mas seguindo as recomendações sanitárias para evitar contágio pelo vírus.

PUBLICIDADE:

anuncio_la_salle_vertical_retangle.jpg
Banner Solino.png
Gif-01.gif
quadrado_quasar.png

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE: