EXPEDIÇÃO JNB: Cachoeira do Label, a maior da Chapada dos Veadeiros


Considerada a maior queda d’agua da Chapada dos Veadeiros, a cachoeira do Label pode ser caracterizada como um paraíso natural ainda pouco conhecido. Com seus 187 metros de altura, 19m a mais que o Salto do Itiquira, ela encanta seus visitantes por sua grandeza e exuberância. A reportagem do JNB visitou o lugar para trazer a você a experiência de um dos melhores destinos próximos da Capital Federal.

Para quem sai de Sobradinho, são aproximadamente 150km até a sede da cachoeira. O trajeto é feito boa parte por estradas de asfalto, até o município goiano de São João D’Aliança. Após chegar na cidade, são mais 26km de estrada de terra montanha abaixo, com uma vista maravilhosa do Parque da Chapada dos Veadeiros no horizonte. Apesar de estar em boas condições, o percurso pela terra batida requer atenção dobrada para quem dirige. As descidas acentuadas na ida se transformam em subidas que exigem força do veículo no retorno. Carros pequenos ou com muito peso podem encontrar dificuldades nessas subidas.

O programa é ideal tanto para aqueles que querem ir e voltar no mesmo dia ou que querem uma estadia mais longa no local. Nossa equipe levou cerca de três horas no deslocamento entre Brasília e a chegada na sede da cachoeira.

É na sede que começa a caminhada. A área, de propriedade particular, é conhecida como Reserva Bella Trix. O nome faz referência à terceira maior estrela da Constelação de Órion. Logo no início da trilha, é cobrada uma taxa de R$ 30 por pessoa para realizar o passeio. No lugar, também são oferecidos serviços de almoço (R$ 35 por pessoa), camping (R$ 25 por pessoa) e Wi-Fi gratuito.

A trilha possui 1800 metros de extensão e tem um grau de dificuldade fácil, exceto nos últimos 200 metros, onde o trilheiro tem de caminhar pelas pedras, sempre com o auxílio de cordas para dar apoio. Durante o trajeto, que pode ser feito em aproximadamente uma hora em um ritmo de caminhada tranquilo, existem cinco pequenos poços para banho: Abaeté Açu, Ypa Xuru, Imbau Bento, Espelho e Itu Pyau.

Dos cinco pontos de parada, os quatro primeiros são ideais para crianças e pessoas que não sabem nadar, pois não ultrapassam a marca de 1,20m de profundidade. As águas são cristalinas, com uma tonalidade azul-esverdeado. Em alguns poços, é possível notar a presença de pequenos peixes.

O visitante se sente abraçado pela natureza, caminhando sempre próximo ao leito do rio, cercado por uma mata densa bem preservada. A presença de variadas espécies de pássaros pode ser notada durante todo o percurso. O que mais nos chamou a atenção foi o canto da Araponga, por ter uma característica de som metálico. Também tivemos a oportunidade de avistar um Teiú, espécie de lagarto que chega a atingir dois metros de comprimento. O que avistamos, no entanto, possuía, provavelmente, cerca de 60 centímetros.

O quinto poço, Itu Pyau, é o mais belo da trilha. Com uma pequena queda d’agua, o local oferece uma piscina de águas não tão geladas, rodeada por grandes rochas. Por ser um poço mais profundo (não conseguimos alcançar o chão), é um bom lugar para se divertir com saltos sem ameaçar a própria segurança. Por conta de suas águas calmas, quase sem correnteza, é ideal para quem gosta de descansar fazendo flutuação.

Por fim, o momento mais esperado. Assim que entramos nos últimos 200 metros, a cachoeira do Label já podia ser vista. Em meio a um paredão de pedra, a água caia como um véu. Na base da cachoeira, um poço de aproximadamente 30 metros de comprimento compunha uma das paisagens mais belas já visitada pela nossa equipe. O barulho da água, o vento suave e a paisagem intocada, fazem qualquer um esquecer a rotina e viver apenas aquele momento.

SEGUE A TRILHA

Saindo de Sobradinho, o motorista deve seguir durante 27km, sentido Formosa-GO, até a entrada à direita da rotatória que indica saída para o munícipio de São Gabriel, em Goiás. A partir daí, são mais 105km até a cidade de São João D’Aliança. Logo ao chegar à cidade, as placas indicam o caminho e guiam o motorista para a cachoeira. São mais 26km de estrada de terra batida com uma série de descidas íngremes até a sede da reserva. De caminhada, são mais 1800m, passando por cinco pequenos poços antes de alcançar a cachoeira do Label.

Clique aqui para ver no mapa.

GALERIA DE FOTOS

#expediçãojnb #CachoeiradoLabel #cachoeira #ChapadadosVeadeiros #natureza #ecoturismo

anuncio_la_salle_vertical_retangle.jpg
anuncio_psg_retangulo.jpg

© 2018 por Jornal Nosso Bairro

61 3226-6000

@nossobairro3.0

@nossobairro3.0

61 98406-5321

Márcio Caetano