PUBLICIDADE:

Biblioteca pública de Sobradinho II é interligada ao acervo online do DF


A Biblioteca Pública de Sobradinho II passa por uma transformação silenciosa de julho pra cá, com a entrada no Sistema Interligado de Bibliotecas Públicas e Escolares, iniciativa conjunta das Secretarias de Cultura e Economia Criativa (Secec) e de Educação.

A presença mensal de usuários saltou de 380 em abril para 673 pessoas em julho, com ativação do ar-condicionado, e atingiu a quase mil no mês passado, a partir da interligação do acervo local de seis mil obras com outras 26 bibliotecas on-line. O conforto climático no período da seca no Planalto Central, somado à possibilidade de pesquisa de outros acervos explicam o fenômeno, na opinião da bibliotecária responsável pelo equipamento, Suzanne Rodrigues.

Sobradinho II é prova de como uma biblioteca pode suscitar boas práticas quando une o poder público ao desejo de capacitação da comunidade. Ar-condicionado e seis terminais de computador – que em breve receberão reforço de outros dez – com internet rápida, são frutos de doações de empresas da cidade. A reforma do sistema elétrico e a construção de um novo módulo com 60 metros quadrados para expandir o acervo e as baias de estudo ficam a cargo da Administração Regional. “Esse espaço é o símbolo de nossa gestão”, afirma o Administrador Regional de Sobradinho II, Alexandre Yanez.

Usuários testemunham as possibilidades que o catálogo on-line abre. Beatriz Castro Avelar, 26 anos, formada em Comunicação Organizacional, utiliza o espaço para estudar para concurso, e conseguiu, ao pesquisar no sistema, uma obra sobre literatura e afro descendência. Rafael Rodrigues, 25, pedagogo, na mesma trilha, descobriu que um título que procurava, “Direito Administrativo Descomplicado”, existe na Biblioteca Comunitária Escolar Monteiro Lobato, e conseguiu que Sobradinho II fizesse o empréstimo entre as duas unidades.

“Bibliotecas no século XXI têm de operar em rede”, afirma o subsecretário de Patrimônio Cultural da Secec, Cristian Brayner. O software neozelandês "Koha", utilizado na gestão on-line dos acervos, permite, segundo ele, identificar áreas de concentração de temas e lacunas importantes, o que facilita na decisão de que obras comprar para torná-lo mais completo.

A interligação é entre todas as 700 bibliotecas do Distrito Federal, entre públicas, escolares, comunitárias e salas de leitura. A previsão é de que a rede esteja totalmente integrada até o ano de 2022.

A Biblioteca Pública de Sobradinho II funciona sete dias por semana. De segunda a sexta, de 8h às 22h e aos finais de semana, de 8h às 18h. Tem gibiteca com mil exemplares e acervos infantil e infanto juvenil que somam outros 1200 exemplares, aproximadamente. Estas são as obras mais emprestadas, informa Suzanne. “Os pais trazem os filhos e sabem que aqui estarão bem. Somos uma espécie de segunda casa deles”, diz a bibliotecária, com satisfação.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

20200603_anuncio_GDF.png
Caminito_300x300.jpg

Receba nossa newsletter

Jornal Nosso Bairro é um jornal da Editora Nosso Bairro

Siga o JNB:

  • Instagram JNB
  • Facebook JNB
  • Youtube JNB

Endereço

SCS, Quadra 7, Bloco A, 100

Edifício Torre Pátio Brasil

12º andar - Sala 1221

CEP 70307-902

Email:

Telefone: