PUBLICIDADE:

Atitude simples que salva vidas


Foto: Dênio Simões / Agência Brasília



Criada pelo Ministério da Saúde em 2014, a campanha Junho Vermelho chega a sua 6ª edição no ano de 2019. A atividade chama atenção para a importância da doação de sangue. Atualmente, a Fundação Hemocentro de Brasília (FHB) recebe em média, 250 candidatos para doarem sangue diariamente.


O lançamento oficial da campanha está previsto para 14 de junho, no Dia Mundial do Doador de Sangue. A campanha tem como foco, além de dar visibilidade ao assunto, atrair novos voluntários e fidelizar doadores já existentes, ou seja, fazer com que eles doem, pelo menos, duas vezes a cada 12 meses.


No DF, as doações são realizadas na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), no Setor Médico Hospitalar, na Asa Norte. De acordo com a Secretária de Saúde, o Hemocentro “opera com um estoque estratégico, que pode abastecer toda a rede pública do DF e hospitais conveniados de dois a sete dias, dependendo do hemocomponente (hemácia, plasma ou plaqueta), se não houver qualquer doação de sangue no período”, destaca o Órgão.


A Fundação Hemocentro tem capacidade para receber 11.088 bolsas de sangue por mês e atende 100% da demanda SUS por hemocomponentes. A unidade faz a gestão de 12 agências transfusionais espalhadas pelos hospitais da rede pública de saúde do DF.


Após um acidente de um familiar, o estudante Deivisson Carvalho tornou-se um doador. Em 2015, um ente querido da sua família precisou receber uma transfusão de sangue. Foi a primeira doação feita por Deivisson. “Meu tio recebeu uma transfusão de sangue tipo A positivo. Como sinal de agradecimento por ele ter saído do hospital sem qualquer tipo de sequela, fizemos uma mobilização na família e amigos para que todos doassem. Um ato de solidariedade que mantenho até hoje”, relembra o estudante.


A chefe do Núcleo de Captação de Doadores da FHB, Kelly Borges Barbi, explica que a doação periódica é muito importante para que o estoque seja mantido sem situações de crise. “Trabalhar esse conceito de estimular a doação regular é importante porque cada componente sanguíneo tem um prazo de validade. Então, só uma doação de cada cidadão não garante os estoques e, consequentemente, não conseguiria abastecer os hospitais”, destaca Kelly.


O Hemocentro de Brasília funciona de segunda a sábado, das 7 às 18 horas, no Setor Médico-Hospitalar Norte (Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3, Asa Norte). Todo o processo de doação dura, em média, uma hora e quinze minutos. A fundação também coleta plaquetas e cadastra doadores de medula óssea. Para mais informações sobre requisitos para doação de sangue, acesse o site da Fundação: www.fhb.df.gov.br.



#Junhovermelho #doaçãodesangue #HemocentrodeBrasília #MinistériodaSaúde


PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

20200603_anuncio_GDF.png
Caminito_300x300.jpg

Receba nossa newsletter

Jornal Nosso Bairro é um jornal da Editora Nosso Bairro

Siga o JNB:

  • Instagram JNB
  • Facebook JNB
  • Youtube JNB

Endereço

SCS, Quadra 7, Bloco A, 100

Edifício Torre Pátio Brasil

12º andar - Sala 1221

CEP 70307-902

Email:

Telefone: